Como corrigir a densidade do mosto

Fala pessoal tudo certo?

Na pergunta de hoje, o Lucas Alves Martins quer saber como resolver o problema de densidade alta ou baixa no seu mosto, ou seja, como corrigir a densidade.

 

duvida

Como posso corrigir a Densidade antes de dar início a fermentação? Ela estando acima ou abaixo do desejado?

 

A gravidade é, talvez, a característica mais fácil de ser medida pelos cervejeiros caseiros. Alguns de vocês provavelmente já fazem o monitoramento da densidade do seu mosto em diversos momentos enquanto estão preparando a sua cerveja, durante o processo de brassagem.

 

Entre os que já fazem esse monitoramento, é comum encontrar aqueles que já passaram pela experiência de não obter a densidade esperada ao final da sua fervura ou densidade original (do inglês Original Gravity ou OG), principalmente se você trocou o seu equipamento ou está iniciando no mundo da fabricação de cervejas.

 

A densidade original descreve a quantidade de substâncias fermentáveis e não fermentáveis no mosto cervejeiro após a fervura e antes do início da fermentação, sendo essas substâncias comumente açúcares.

 

A curiosidade aqui é que muitos cervejeiros pensam que a correlação entre elevada densidade e cervejas fortes é sempre verdadeira. Na verdade, o que torna a cerveja mais ou menos forte é a diferença entre a densidade original e a densidade final, pois quanto mais açúcar for utilizado pelas leveduras, mais álcool elas irão produzir.

 

Muitos fatores podem dar origem à elevada ou baixa densidade original como moagem imprópria dos grãos, temperatura ou tempo de mosturação incorretos, erros durante a execução da lavagem dos grãos ou ainda na medição dos volumes de água utilizados.

Quer ficar sempre atualizado?

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente DICAS sobre o processo de produção cerveja artesanal!>

Brassagens com densidades impróprias podem dificultar o trabalho das enzimas, reduzindo a eficiência e/ou aumentando consideravelmente sua duração. Mas não se preocupe pois você pode corrigir a densidade do seu mosto antes de iniciar a fermentação e eu vou passar aqui para vocês algumas dicas de como fazer isso.

 

Vamos supor que você tenha uma densidade original que esteja abaixo do esperado, por exemplo você esperava uma densidade original de 1.054 no entanto você mediu usando densímetro ou refratômetro… e chegou à 1,050. O que você pode fazer para corrigir a densidade do seu mosto?

 

Uma opção é você ferver por mais alguns minutos o seu mosto, monitorando sempre a densidade enquanto o mosto ferve. Isso vai gerar uma maior evaporação da água do mosto, aumentando sua densidade até chegar ao valor esperado (nesse exemplo 1.054). O detalhe é que, caso o volume água estiver correto conforme a sua receita, devido à essa evaporação de água, você vai ter um volume final menor de cerveja.

 

Por outro lado, se ao final da fervura a sua densidade for maior que a esperada, digamos 1.058 ao invés de 1.054 (densidade original planejada), para corrigir a densidade do mosto você pode adicionar água, diluindo o mosto. O detalhe é que a água deve estar fervida para evitar contaminação do mosto e você vai ter um volume maior de mosto, portanto é importante verificar se o seu fermentador tem capacidade para comportar o volume de mosto após a diluição.

 

Para calcular o volume de água fervida para corrigir a densidade, diluindo o mosto, é a formula da concentração comum.

 

Cinicial x Vinicial = Cfinal x Vfinal

 

Vou mostrar aqui como usar a fórmula da concentração comum usando o exemplo acima, onde a concentração desejada é 1.054 e a concentração medida é 1.058. Se você tiver digamos 30 L de mosto após a fervura, temos a seguinte situação:

Cinicial = 58

Vinicial = 30L

Cfinal = 54

Vfinal = Você quer saber!!!

 

Portanto:

 

58 x 30 = 54 x Vf

Vf = 32,2L

Ou seja, você precisa adicionar cerca de 2,2L de água fervida.

 

Espero que tenha ficado claro para vocês e que a partir de agora vocês comecem a corrigir a densidade do seu mosto, deixando suas cervejas cada vez mais de acordo com a receita que você usou. Quem quiser assistir o vídeo com informações sobre como corrigir a densidade, pode conferir o link abaixo.

 

 

Um grande abraço e nos vemos na semana que vem.

 

Quer ficar sempre atualizado?

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente DICAS sobre o processo de produção cerveja artesanal!>

 

 

 

9 Comentários


  1. Tem outras formar de aumentar a OG, quando ela fica bem à baixo do esperado?

    Responder

    1. Tenha sempre um ou dois quilos de extrato de malte a mão. Pode ser usados na correção de um OG abaixo do esperado. Apenas tome cuidado para não utilizar muito, pois poderá influenciar no SRM da sua cerveja.

      Responder

  2. Excelente Daniel! Não conhecia aquela fórmula para correção.
    Uma coisa que notei nas minhas últimas brassagens foi que a intensidade da fervura acaba influenciando na quantidade de água evaporada e alterando a OG esperada. Troquei de fogareiro e isso ficou muito evidente.
    Abraço e continue compartilhando seu conhecimento!

    Responder

  3. Fiquei com uma dúvida em relação a medição do OG, pois no meu caso eu fazia essa medição após eu resfriar o mosto, supondo que ficou a baixo do esperado, devo estar voltando a fervura? Ou a medição deve ser feita assim que finalizar a fervura e antes de resfriar?

    Responder

  4. Eu uso a tabela de correção de concentração de açúcar. Com a tabela, que converte densidade em gramas de açúcar por 100mL de água, tira-se a quantidade de açúcar cristal para o volume fabricado.

    Responder

  5. Daniel, tentei refazer a conta com os mesmos indicadores que você usou e não consegui chegar ao mesmo resultado que você. Consegue fazer um passo a passo?

    Responder

    1. Ele fez só com os números antes da vírgula, no caso 58 e 54, quebrei a cabeça tbm, rs

      Responder

  6. Bom dia a todos, minha dúvida é parecida com a do Luiz César, eu faço a medida da densidade após baixar a temperatura do mosto para 20°C (temperatura de calibragem do densimetro), então a pergunta é, caso eu tenha que adicionar mais água (fervida) eu devo elevar a temperatura do mosto novamente para misturar o novo volume de água ou posso misturar à temperatura de 20°C mesmo?

    Vlw pela ajuda, abraços
    Pablo Rafael

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.