Cervejeiro iniciante: Confira 4 super dicas para você.

Cervejeiro iniciante: confira 4 super dicas para você pensar antes de começar a produzir a sua cerveja.

 

Quando se está iniciando no processo de fabricação de cervejas artesanais é comum haver muitas dúvidas. O post de hoje é dedicado para o cervejeiro iniciante ou aqueles que estão querendo iniciar sua jornada como cervejeiro caseiro.

 

Eu recebo diariamente dúvidas de cervejeiros iniciantes e também de amantes da cerveja que estão se preparando para começar a produzir sua própria cerveja, como o Augusto, o Max e o Bremer, me pedindo dicas de qual estilo de cerveja é melhor para quem está começando ou qual etapa do processo é mais crucial para eles não errarem a mão.

 

Estou iniciando o processo de cerveja artesanal e vi que existem várias técnicas, pra vários estilos diferentes, principalmente com relação a rampas. Eu gostaria de saber qual estilo, rampa, técnica de fermentação e maturação ideais para um iniciante? ” (Augusto Cesar)

 

“Qual o melhor tipo de cerveja para um iniciante produzir? ” (Max Cavalcante)

 

“Existe algum estilo de cerveja mais indicado para um iniciante começar a sua produção? Qual e por que? ” (Bremer Lemos)

 

Pensando em ajudar o cervejeiro iniciante, eu preparei 4 dicas para você levar em consideração antes de começar a produzir a sua cerveja artesanal e assim diminuir as chances de cometer possíveis erros ou ter como resultado uma cerveja desagradável.

 

Antes de tudo….

Antes de saber as dicas, a primeira coisa que você, como cervejeiro iniciante deve saber é a importância de entender e dominar o processo de produção de cerveja artesanal.

 

Quanto mais controle você tiver sobre o processo, mais fácil ele será e consequentemente menores serão as chances de você não atingir o resultado esperado e de repente a sua cerveja não ficar tão legal.

 

Mas agora você pode estar se perguntando: Mas então o que fazer para evitar erros na hora da escolha do estilo ideal?

 

Então vamos às 4 dicas que eu preparei para te ajudar!

dicas

 

DICA 1 – Defina o tipo de cerveja que gosta de beber

 

É interessante que você defina qual estilo de cerveja gosta de beber, ou seja, qual a cerveja que você gostaria de experimentar ou mesmo oferecer para os seus amigos ou familiares.

 

Com essa ideia já definida na sua cabeça, com certeza fica mais fácil escolher qual o estilo ideal você vai produzir.

 

Até porque não adianta você escolher um estilo mais fácil, pois mesmo que realize todo o processo corretamente, se não for um estilo de cerveja que você gosta de beber, dificilmente ela vai agradar o seu paladar.

 

DICA 2 – Comece com uma ALE

 

ale x lager

Para você cervejeiro iniciante, que tem pouca ou nenhuma experiência no assunto, o ideal é que comece fabricando uma cerveja com do tipo ALE.

 

Deixe as cervejas do tipo LAGER para depois, quando tiver mais experiência, pois elas são um pouco mais de difíceis de produzir.

 

DICA 3 – Use somente Malte de Cevada 

Malte de cevada

Se você estiver pensando em produzir uma cerveja de trigo (uma Weiss por exemplo) ou alguma cerveja que utilize uma grande quantidade de cereais não maltados, você pode precisar fazer uma rampa de temperatura para parada protéica ou betaglucano, o que vai demandar um pouco mais de controle sobre o processo durante a mosturação

 

Por outro lado, o malte de cevada utilizado hoje em dia na produção de cervejas artesanais é bastante modificado durante a malteação, o que significa que você precisa se preocupar apenas com a conversão do amido durante a mosturação.

 

Por isso que indico iniciar com uma cerveja simples, que leve somente malte de cevada, assim você pode fazer uma infusão simples, sem se preocupar com rampas de temperatura por enquanto, utilizando apenas uma rampa para sacarificação na casa de 64ºC a 68ºC

 

Hoje em dia, utilizar somente uma rampa para a grande maioria dos estilos já resolve o seu problema.

 

Quer ficar sempre atualizado?

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente DICAS sobre o processo de produção cerveja artesanal!>

 

DICA 4 – Não comece com cervejas muito alcoólicas

Armaggedon

Geralmente as cervejas mais alcoólicas, como por exemplo uma Imperial Stout, Barleywine ou Doppelbock, são estilos mais difíceis de serem produzidos e exigem um pouco mais de conhecimento do cervejeiro, utilização de algumas técnicas importantes de fermentação, mosturação e maturação.

 

As cervejas com menos álcool normalmente tem uma proporção de maltes menor, o que facilita na hora de você preparar o seu mosto. As chances de você ter uma boa fermentação, mesmo sem dominar essa arte ainda, são maiores quando o mosto tem OG mais baixa.

 

Portanto, para você cervejeiro iniciante, a dica é começar produzindo estilos de cervejas com baixo teor alcoólico.

 

Pensando em uma sugestão de estilo de cerveja que tem um paladar em geral bem aceito e que possui um baixo teor alcoólico, com um grist de maltes simples, usa uma levedura tradicional, o perfil de maturação e fermentação é tranquilo também, eu indicaria você começar com uma American Pale Ale.

 

Além do mais, é um estilo de cerveja que pode ser consumida fresca, ou seja, você não precisa esperar muito tempo para ela ficar pronta! Esse ponto certamente faz muita diferença para o cervejeiro iniciante, que certamente está ansioso para provar sua primeira cerveja artesanal.

 

Portanto o estilo Pale Ale pode ser uma ótima saída para você que vai fazer a sua primeira cerveja artesanal. Sugiro o American Pale Ale porque você vai poder impressionar seus amigos e parentes com o aroma dos lúpulos cítricos americanos, que impressionam qualquer um que nunca sentiu.

 

E uma última sacada, se você quiser agradar mais pessoas que ainda não conhecem cervejas artesanais, procure o limite inferior de amargor para o estilo, na casa dos 30 IBU. Do contrário, mesmo que sua cerveja esteja perfeita para o estilo, você vai ver várias pessoas torcendo o nariz depois de prová-la.

 

Em relação à  fermentação e maturação, você precisa estar atento a todos os cuidados básicos para ter uma boa fermentação.

 

Se você deseja saber mais sobre como fazer uma boa fermentação para a sua cerveja, confira o vídeo que eu fiz sobre os 5 fatores chave para uma boa fermentação. São dicas que servem praticamente para qualquer cerveja e certamente vão te ajudar com a sua primeira cerveja.

 

CONCLUSÃO: ESCOLHA UM ESTILO DE CERVEJA MAIS SIMPLES PARA COMEÇAR!

 

Se você é um cervejeiro iniciante, antes de começar a produzir a sua cerveja, é importante conhecer bem o processo de produção de cervejas, para evitar cometer erros ou estragar a sua cerveja.

 

E para te ajudar, neste post eu mostrei 4 dicas para ajudar quem está começando. São elas:

  1. Defina o estilo de cerveja que gosta de beber;
  2. Comece com uma cerveja estilo ALE;
  3. Use somente malte de cevada;
  4. Não comece com cervejas muito alcoólicas.

 

O mais importante é você escolher uma cerveja mais simples de produzir no começo, como o estilo que sugeri, Pale Ale, que pode ser uma ótima saída para você que vai fazer a sua primeira cerveja artesanal.

 

Bom espero que você tenha gostado do assunto abordado nesse post e que aplique as dicas dadas aqui para que consiga identificar com mais facilidade o estilo que vai usar na hora de fabricar a sua primeira cerveja artesanal.

 

Se você que gosto do post de hoje, compartilhe com seus amigos cervejeiros usando o facebook (AQUI) ou enviando o link do post para eles.

 


compartilhar

 

Abraço e até a próxima!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.