Irish Stout: Dica de estilo para você fazer!

Você quer impressionar seus amigos com uma Irish Stout no próximo encontro de cervejeiros? Então fique por aqui e confira este post! 

Neste post eu vou dar o caminho das pedras pra você fazer com segurança uma cerveja desse estilo, com ingredientes, proporções e dicas de procedimentos. Tudo na medida certa pra você não errar! 

E vou aproveitar para desfazer uma confusão comum até mesmo entre os cervejeiros, explicando por que você não deve dizer que uma Stout é uma Porter mais forte… 

Vem comigo que eu te explico! 

Irish Stout. Divulgação Concerveja 

1. Como surgiu o estilo Stout?

Se você é mais uma das pessoas que confundem as cervejas Stout e Porter, não se preocupe! Muita gente faz essa confusão, e não é pra menos, já que a Stout surgiu como um “ramo” da Porter

Vou contar uma história rápida pra você entender como isso aconteceu. 

No século XVIII, na Inglaterra, as Porters eram muito populares, especialmente entre os estivadores/trabalhadores portuários (porters, em inglês), que adoravam tomar essa cerveja nutritiva após um dia de trabalho pesado. 

Percebendo o sucesso do estilo, os cervejeiros da época decidiram então ampliar as opções oferecidas. 

Foi aí que eles passaram a vender também as Stout Porters, que nada mais eram do que cervejas Porter mais fortes, robustas e encorpadas. 

Por falar nisso, o termo Stout significa exatamente isto: encorpado. 

Com o tempo, a Stout ganhou vida própria e passou a ser um estilo à parte, com características específicas. 

Como anda a linha Irish Stout atualmente? 

Cervejeiro experimentando uma Irish Stout. Divulgação Concerveja 

Hoje, uma Stout não é necessariamente mais forte que uma Porter. Aliás, você sabia que ela pode ter teor alcoólico bem menor que uma Porter? 

Outros estilos de cerveja também podem ser até mais doces que a Porter (ao contrário do que eram na origem), como as Imperial e as Chocolate Stouts

Alguns dos subestilos mais conhecidos da Stout — além dos mencionados acima — são o Sweet Stout, o American Stout e o Oatmeal Stout. 

Mas sem dúvida, o estilo mais famoso em todo o mundo é o Irish Stout, também conhecido como Dry Stout. É sobre ele que vou falar hoje. Continue a leitura! 

2. Quais as características da Irish Stout? 

O estilo Irish Stout tem como característica a coloração preta, com considerável amargor e sabor tostado, semelhante ao de café. 

                  O estilo da Irish Stout tem uma coloração preta ou marrom com espuma branca ou bege. Divulgação/Concerveja.

Sua espuma é branca ou bege, espessa e cremosa. O final é seco, o corpo é médio e a carbonatação varia de médio-baixa para moderada. 

A mais famosa representante comercial desse estilo é a irlandesa Guinness, que você já deve ter experimentado.

Uma característica que muitas pessoas associam à Irish Stout é a Drinkability. Mas o que seria a tal da D R I N K A B I L I T Y ? 

Sim, é essa palavra mesmo. Eu poderia usar um neologismo e traduzir essa palavra como “bebebilidade”, mas isso ficaria muito estranho, certo? 

Então vou tentar de outro jeito: Drinkability seria um conjunto de atributos que fazem com que uma cerveja não seja somente “bebível”, mas também tenha um sabor agradável. 

Dessa forma, uma cerveja com alta Drinkability pode ser definida como aquela que é “fácil” de ser bebida e geralmente não causa “confusão” no paladar. 

É aquela típica bebida que você toma, acha bom, não precisa de muito esforço para avaliar seu sabor, e tem vontade de beber mais um pouco. 

Em suma, uma cerveja com Drinkability é tudo de bom, concorda? 

3. E os ingredientes básicos para fazer uma Irish Stout, quais são? 

Antes de mencionar os ingredientes, eu gostaria de lembrar que caso você nunca tenha feito uma brassagem (cozimento dos cereais em água quente), é essencial que antes de partir para essa etapa, é necessário atentar-se a estas 4 superdicas 

para cervejeiros iniciantes e também aos passos básicos de como fazer cerveja artesanal. 

Feito isso, volte para cá e continue lendo esse post. 

Continuando… 

Pra você que já faz cerveja, mas nunca teve o prazer de fabricar uma Stout, aí vão os ingredientes básicos. Eu também fiz questão de colocar as respectivas proporções: 

Grist de maltes 

Resumidamente, para fazer uma Stout já bastaria usar 90% de malte base Pale e 10% de cevada torrada, mas eu vou dar uma incrementada nessa receita e passar a dica pra você. 

Os diferentes maltes e seus usos. Divulgação/Concerveja.

Eu sugiro que você use 80% de malte Pale como base e acrescente o ingrediente que diferencia a Irish Stout de outros estilos de cerveja escura: a cevada torrada, na proporção de 10%.

Depois, coloque 7% de malte Crystal. Um truque que eu uso pra melhorar a retenção de espuma e dar mais cremosidade à cerveja é colocar 3% de aveia em flocos na receita. 

Quem tiver mais experiência e quiser mexer um pouquinho nas proporções, usar Malte torrado, Malte Chocolate e/ou o Malte Black, pode ficar à vontade (só não esqueça de depois me contar os resultados no comentário aqui do blog)! 

Lúpulos 

Para fazer uma Irish Stout você deve usar de preferência lúpulos tradicionais ingleses, como o Challenger, o Target e/ou o Fuggle. Se quiser “americanizar” um pouco, pode utilizar também o Cascade, um incremento que fica bem interessante. 

Outra dica é esquecer os lúpulos de aroma numa Stout. Dentro desse estilo, só a Scotch Stout leva um pouco desse tipo de lúpulo. Na Irish Stout, nem pense nisso! 

Nesse caso, o que você pode usar um pouco é algum lúpulo de sabor, na razão de 1,5 grama por litro. Esse ingrediente pode ser adicionado quando faltarem uns 20 ou 30 minutos para o final da fervura. 

Já os lúpulos de amargor você pode e deve utilizar generosamente, para atingir cerca de 30 a 40 IBUs (escala de amargor), de acordo com a sua receita. 

A relação BU/GU (amargor e densidade) deve ser de 1, já que a Irish Stout é consideravelmente amarga. 

Leveduras 

As leveduras para esse estilo precisam ter boa atenuação, para consumir bastante os açúcares e ficar com um final seco. Para alcançar esse feito, use uma levedura Ale com atenuação na casa de 75%. 

Se quiser, pode lançar mão de leveduras inglesas. Porém, se sua intenção é utilizar algo mais simples, compre uma S-04, da Fermentis, que é bem fácil de encontrar e já dá pra fazer a cerveja tranquilamente. 

Água 

Aqui vai uma dica para quem já está habituado a ajustar a água para a cerveja. 

Numa Irish Stout, a dica de ouro é ter uma água com mais cloretos que sulfatos. Se você vai ajustar o nível de cálcio, por exemplo, para acertar o pH, use uma proporção de 1,5:1 (cloreto/sulfato de cálcio).

4. Dicas dos procedimentos cervejeiros para fazer uma Irish Stout de excelência! 

Com relação às etapas do processo de produção, aí vão as dicas pra você fazer uma Irish Stout pra ninguém botar defeito! Se liga só: 

Mostura: como essa cerveja tem um corpo médio, você pode fazer uma infusão simples, na casa de 67 graus, direto; 

Fermentação e Maturação: siga o padrão da família Ale, sem receios; 

Carbonatação: aqui, a ideia é atingir algo em torno de 2 volumes de CO2, não importando se você usa a carbonatação forçada ou o priming. 

Considerações finais 

Neste post eu dei informações para você conhecer um pouco do estilo Stout e começar a se familiarizar com ele fazendo uma Irish Stout. 

Para começar, ajudei a desfazer a confusão que muita gente faz entre Stout e Porter, mostrando que a Stout surgiu como um “ramo” da Porter, mas depois passou a ser um estilo à parte. 

Aliás, um estilo que cresceu e se desmembrou em vários subestilos, como Sweet Stout, American Stout, Imperial Stout e o mais famoso deles: Irish Stout. 

Falei sobre as características da Irish, uma cerveja preta, amarga, com sabor tostado, lembrando o do café, e com espuma branca ou bege, espessa e cremosa. O final dela é seco, o corpo é médio e a carbonatação, de médio-baixa para moderada. 

A Irish tem também alta drinkability, que eu expliquei como sendo um conjunto de atributos que fazem com que a cerveja seja “fácil” de ser bebida, não causando nenhum tipo de “confusão” no paladar deixando aquele gostinho de quero mais. 

Para terminar, eu mostrei a você os ingredientes para fazer uma Irish para ninguém botar defeito. 

Portanto, ao terminar de ler esse conteúdo, eu espero que você tenha entendido que a Irish Stout nada mais é que um subestilo da Stout, o qual muitas vezes impressiona a quem não conhece cervejas escuras.

Eu desejo sinceramente que você consiga produzir com sucesso a sua Irish Stout; com certeza, agora que você já sabe os passos certos, sua produção também vai ter êxito e sua cerveja sairá no ponto! 

Agora, se você testou essa ou alguma outra receita de Irish Stout, conte sua experiência para mim. Ah! Não esqueça de compartilhar esse post em suas redes sociais. Vai ajudar bastante a divulgar a cultura cervejeira. 

Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: